Notícias Notícias

Voltar

Definidos juízes titulares das varas de Naviraí e Chapadão do Sul

O Tribunal Pleno do Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região promoveu, durante a 8ª Sessão Administrativa Extraordinária realizada na tarde dessa segunda-feira (21/09), os juízes Boris Luiz Cardozo de Souza e Keethlen Fontes Maranhão, respectivamente, ao cargo de Juiz Titular da Vara do Trabalho de Naviraí, pelo critério de merecimento, e da Vara do Trabalho de Cassilândia (em transição para Chapadão do Sul), pelo critério de antiguidade.

A primeira a ser votada foi a promoção para a Vara do Trabalho de Naviraí. Foras admitidas as candidaturas dos magistrados Bóris Luiz Cardozo de Souza, Marcio Kurihara Inada e Keethlen Fontes Maranhão, que concorreram pelo critério de merecimento.

Para tal critério, de acordo com a Resolução CNJ nº 106/2010 e a Resolução Administrativa TRT 74/2014, os desembargadores atribuiram notas para cada candidato em relação ao desempenho, à presteza, ao aperfeiçoamento técnico e à adequação da conduta ao Código de Ética da Magistratura. A fim de dar celeridade ao processo de votação por meio da sessão telepresencial, todas as fundamentações das notas atribuídas seguiram nos votos impressos, sendo proclamadas somente as notas finais de cada candidato durante a sessão.

Já para a promoção por antiguidade para a Vara do Trabalho de Chapadão do Sul, cinco magistrados se inscreveram. Um deles, o juiz Boris Luiz Cardozo de Souza, como havia sido promovido a juiz titular da VT de Naviraí na votação anterior, deixou de concorrer à VT de Chapadão do Sul. Deste modo, pelo critério de antiguidade,  a juíza Kethleen Fontes Maranhão foi a magistrada promovida à titular da Vara do Trabalho de Chapadão do Sul.

O Presidente do TRT24, desembargador Nicanor de Araújo Lima,  parabenizou os dois magistrados promovidos e enfatizou que "embora a promoção para a Vara do Trabalho de Cassilândia tenha sido por antiguidade, a juíza Keethlen Fontes Maranhão tem um grande mérito e, com certeza vai cumprir essa missão honrosa".