Eventos Eventos

Novos dirigentes do TRT/MS tomam posse nesta segunda (17)

Os novos dirigentes do Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região para o biênio 2019/2020 tomarão posse nesta segunda-feira (17), no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, a partir das 19h, em Campo Grande. A solenidade é aberta ao público.

O novo Presidente do TRT/MS, desembargador Nicanor de Araújo Lima, assumirá a Presidência da Corte pela segunda vez. Em 2005 e 2006, o magistrado já havia conduzido a Administração do Tribunal. Na próxima gestão, que começa no dia 1º de janeiro, des. Nicanor afirma que terá grandes desafios pela frente.

"A Justiça do Trabalho sofreu um corte orçamentário bastante injusto e irresponsável, em torno de 30% do custeio. Nós temos que usar a criatividade para conseguir fazer o máximo possível com o mínimo que a gente tem. Um dos projetos que será executado na minha gestão é o sistema de energia solar que será implantado no prédio sede do Tribunal e em duas varas do interior para torná-los autossuficientes em produção de energia, gerando economia de recursos bastante significativa", garantiu o magistrado.

Natural de Salvador/BA, formado em Ciências Jurídicas e Sociais pelo então Centro de Ensino Unificado de Brasília (CEUB), foi advogado entre 1978 e 1983. Sua trajetória profissional na Justiça do Trabalho começou em 1983, como assessor de juiz, no Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região. Em 1989, foi aprovado para o cargo de Juiz do Trabalho Substituto do TRT da 10ª Região. Foi promovido, pelo critério de merecimento, à Presidência da 1ª Vara do Trabalho de Dourados, tendo tomado posse e entrado em exercício em 1991. Foi nomeado, em 1998, mediante promoção pelo critério de antiguidade, para o cargo de Desembargador do Tribunal.

Hoje à noite, também serão empossados o desembargador Ricardo Geraldo Monteiro Zandona no cargo de Ouvidor e o desembargador Francisco das Chagas Lima Filho no cargo de Diretor da Escola Judicial. O desembargador Amaury Rodrigues Pinto Junior assumirá a Vice-Presidência do TRT de Mato Grosso do Sul.